Biografia do Santos Dumont

Santos Dumont foi um grande inventor brasileiro, ele é considerado o pai da aviação, foi ele que criou o 14-Bis, e fez em Paris o primeiro voo em um aparelho mais pesado do que o ar.

Infância

Santos Dumont nasceu no dia 20 de julho de 1873 na antiga cidade de Palmira, em Minas Gerais, essa cidade tempos depois se tornou Santos Dumont em sua homenagem, ele veio de uma família nobre e o seu pai era fazendeiro.

A sua mãe se chamava Francisca de Paula Santos e o seu pai Henrique Dumont. Santos Dumont e a sua família se mudou de Palmira, Minas Gerais, para uma fazenda em Ribeirão Preto, que foi a maior de produção agrícola do país.

Formação

Santos Dumont iniciou os seus estudos quando foi alfabetizado pela irmã, e logo após estudou no Colégio Culto à Ciência, que ficava em Campinas. Quando cresceu foi estudar no Rio de Janeiro, e nesse tempo ele já gostava de objetos que voavam, e sonhava em fazer um objeto que conseguisse voar com alguém controlando.

Biografia Resumida do Santos Dumont

Santos Dumont conheceu Paris com a sua família em 1891 e se encantou, com isso ele passou a estudar e pesquisar sobre tecnologia, especialmente de motores. Ele criou na época um balão que foi uma revolução, porém não tinha como direcioná-lo como ele queria.

Santos Dumont recebeu os primeiros recursos dos seus estudos em motores a explosão do seu pai. Quando ele construiu o modelo número 06 de seus balões dirigíveis, o milionário Francês Deutsch de la Meurth disse que dava uma boa grana para quem conseguisse criar um balão a motor que sobrevoasse a torre Eiffel em trinta minutos e voltasse ao ponto de parada.

Santos Dumont conseguiu fazer isso, e o prêmio que ele ganhou ele dividiu com os seus trabalhadores e doou a outra metade para a caridade.

Biografia do Santos Dumont

O 14 Bis

Em 13 de setembro de 1906 Santos Dumont criou o primeiro avião 14- Bis e conseguiu voar sobre Paris, se tornando um marco na história da aviação. Logo após isso, ele criou o Demoiselle que foi um exemplo para os demais modelos. Depois de parar com as fabricações e supervisionar as fábricas de avião na Europa, Santos Dumont voltou para o Brasil para tratar uma doença.

Morte

Santos Dumont começou a ter quadros de depressão logo quando viu o seu invento sendo usado para jogar bombas na guerra da Alemanha. Quando a sua invenção foi usada na Revolução de 32, ele entrou de vez na depressão e por isso se suicidou no dia 23 de julho de 1932 em Guarujá.

O inventor não teve filhos, e o médico que cuidava dele logo quando ele se suicidou retirou o seu coração e conservou ele em formol, atualmente o coração dele está exposto no Museu da Força Aérea.

Frases

  • “Sempre acreditei que o inventor deve trabalhar em silêncio, as opiniões estranhas nunca produzem nada de bom.”
  • “O que fiz foi muito simples, transferir as pessoas de um ponto para o outro e não retornar ao ponto de partida.”
  • “As invenções são, sobretudo, o resultado de um trabalho teimoso.”

Leave a Reply