Biografia do Mussum

Mussum foi um dos melhores humoristas do Brasil, além disso ele foi ator e sambista, fez parte do quarteto Os Trapalhões e foi integrante do grupo Originais do Samba.

Biografia Resumida do Mussum

Antônio Carlos Bernardes Gomes é o nome verdadeiro do Mussum, ele nasceu no dia 7 de abril de 1941, em Lins de Vasconcelos no Rio de Janeiro. Ele é filho de Malvina Bernardes Gomes uma emprega doméstica que aprendeu a ler com Mussum.

Logo depois de concluir o primário ele entrou na Fundação Abrigo Cristo Redentor, e frequentou o Instituto profissional Getúlio Vargas se formando em ajudante de mecânico, e logo cedo ele passou a trabalhar nessa profissão em uma oficina no Rio de Janeiro.

Mussum permaneceu oito anos na Força Aérea Brasileira e chegou a ser cabo, e nesse tempo ele chegou a fazer parte do grupo musical Os Modernos do Samba. Já no ano de 1965 ele começou a sua carreira de humorista fazendo parte do programa da Rede Globo Bairro Feliz.

Em 1970 Mussum passou a fazer parte do grupo Os Originais do Samba, e nessa época eles fizeram muito sucesso com músicas como “O Lado Direito da Rua Direita”, “Esperança Perdida”, “Falador Passa Mal”, “Saudosa Maloca”, entre outras.

Biografia do Mussum

Os Trapalhões

No ano de 1973 Mussum passou a fazer parte do grupo de humos Os Trapalhões, que na época era formado por Renata Aragão, Manfried Santana, Didi Santana e Dedé Santana. No outro ano Mauro Gonçalves conhecido como Zacarias ingressou no grupo.
Os Trapalhões se tornou o programa humorístico de maior audiência de todos os tempos da televisão brasileira, Mussum gravou ao todo mais de trinta filmes com o grupo, e permaneceu em torno de vinte anos no grupo.

Bebidas

Mussum ficou conhecido por criar palavras terminadas com is, usando termos como “fovevis” e “cacildes”. Ele fazia piadas sobre bebidas alcoólicas e falava frases como “Suco de cevadis é leite divinis” e “Suco de cevadis deixa as pessoas mais interessantis”.
Um dos filhos de Mussum, Sandro Gomes lançou a cerveja Biritis. Além disso Sandro e os outros filhos de Mussum falam que ele era bem rigoroso e controlava o consumo de bebida alcoólicas deles.

Frases

  • “Todo mundo vê os porris que eu tomo, mas ninguém vê os tombis que eu levo.”
  • “Tem leite de morcego? Não? Deus é testemunha de que eu queria leite, então bota uma pinga aí!”
  • “Ta deprimidis, eu conheço uma cachacis que pode alegras sua vidis.”
  • “Não sou faixa Preta cumpadi, sou preto inteiris, inteiris.”

Morte

Mussum enfrentava uma doença chamada miocardiopatia, que faz com que o coração aumente de tamanho e não funcione da maneira certa, com isso ele precisava de um transplante de coração.

No ano de 1994 ele foi internado em São Paulo para fazer o transplante, a cirurgia aconteceu conforme o esperado, e ocorreu tudo bem, Mussum não deu rejeição aguda, que era o risco maior da cirurgia.

Só que dias depois o procedimento, o humorista começou a ter sintomas negativos, e deu uma coagulação de sangue na região torácica, e logo em seguida foi fazer outra cirurgia. Depois ele foi diagnosticado com uma infecção pulmonar, e depois de uns dia ele faleceu.

Biografia do Mussum
4.5 (90%) 2 votes

Leave a Reply